Boa noite Chaves

01/12/2014 na Categoria Cotidiano
, , com 1

Hoje vamos deixar nossa homenagem ao criador do Chaves.

Na última sexta-feira, dia 28, morreu o ator, diretor, roteirista e produtor Roberto Gomes Bolaños, o nosso eterno Chaves.

Nós sabemos que estamos um pouco atrasados e que já falaram disso o final de semana inteiro, mas essa é a nossa oportunidade de homenagear a esse cara tão importante na vida de muitas pessoas.

Quem conhece a gente, sabe que adoramos o Chaves, tanto que na abertura de pista do nosso casamento nós cantamos aquela música do professor Girafales com a Dna. Florinda, no parque:

“Quando me dizes em segredo que me queres
E teu olhar de amor repousa em quem te diz
Eu sei que nada se compara nesse mundo
E que somente ao teu lado eu sou feliz…”

E quem nunca se pegou brincando com os bordões dos personagens criados por Bolaños, como “Sigam-me os bons” do Chapolin ou “É que eu quero evitar a fadiga” do Jaiminho?!

Roberto Gomes Bolaños vai deixar saudades, mas como muitos já disseram, a sua criação é eterna e seus personagens sempre estarão alegrando crianças e adultos. Afinal que programa que se sustenta no ar, com episódios repetidos, por 30 anos seguidos, como é o caso do Chaves e Chapolim, no SBT?!

Nesse ano de 2014 o céu ficou mais feliz, primeiro foi o ator Robin Williams e agora o Roberto Bolaños, grandes ídolos da comédia mundial.

Para ilustrar esse post triste, separamos algumas imagens, retiradas de sites da internet e de redes sociais, de homenagens feitas ao Bolaños, confira:

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Adeus Chaves

Bem legal né?!

Só podemos dizer: Descanse em paz, afinal:

“Prometemos nos despedirmos
sem dizer adeus jamais,
pois haveremos de nos reunirmos
muitas vezes mais…”

Deixe seu comentário e compartilhe.

1 comentário

  • Mauro Moreira
    em 01/12/2014 Responder

    Muito bonita a homenagem!
    Parabéns!
    Muito bonita!!

Adicionar comentário