Sapatos que trocam de salto

29/07/2014 na Categoria Estilo
, , com 0
Sapatos trocam de salto

Sapatos que trocam de salto da Tanya Heath

Nós mulheres sofremos no nosso dia-a-dia andando em ruas esburacadas com salto alto. Para driblar esse problema adotamos principalmente duas soluções: sair de rasteirinha e trocar para o salto alto quando chegamos ao nosso destino, ou adotamos, de vez, as sapatilhas.

Mas as duas soluções tem seus problemas, porque na primeira aumentamos o número de coisas, que já não são poucas, que carregamos e na segunda, perdemos todo o charme e beleza que um salto traz para gente e pro look.

Bom, a Franco-canadense Tanya Heath criou a solução para os nossos problemas! Ela desenvolveu um sapato que troca de salto, variando desde uma quase sapatilha até um salto agulha e, além dessa maravilha, os sapatos ainda foram feitos em um couro mais macio, possuem espuma interna amortecedora e são mais largos para não apertar os dedos, sendo assim mais confortáveis para os nossos pés.

Os saltos são encaixados no sapato e para facilitar o entendimento da coisa todos os sapatos possuem nomes femininos e os saltos nomes masculinos, muito legal né?! “Blondie”, são as sandálias; “Veronica”, “Helen” e “Sabine”, os scarpins; “Sophie”, os slingback; e “Anastasia”, “Adèle” e “Albane”, são as botinhas.

Já os saltos são: “François”, salto agulha de 8 ½ cm; “Denis”, salto grosso de 8 ½ cm, “Stephane”, saltinho carretel de 6 cm e “Christophe”, salto grosso baixo de 4 cm.

A notícia ruim é que essa maravilhosa novidade ainda não chegou ao Brasil, mas vamos torcer meninas que com certeza em breve chegará!!

Sapatos trocam de salto

Boutique da Tanya Heath em Paris

Sapatos trocam de salto

Blondie Velours Rouge – Tanya Heath

Sapatos trocam de salto

Helen Tucson Grey – Tanya Heath

Sapatos trocam de salto

Veronica Marine-Noisette – Tanya Heath

Abaixo, segue um vídeo que explica como funciona a troca dos saltos:

Todas as fotos foram retiradas da internet e do site da design. Entra lá para conhecer os outros modelos.

E aí, gostou?! Deixe seu comentário!

Adicionar comentário